Passar para o conteúdo principal
Idioma

A minha conta

Idioma

Como cortar peças por plasma?

A Air Liquide, especialista em matéria de gás de corte (laser, plasma, oxicorte), esclarece sobre o funcionamento dos processos e das máquinas de corte por plasma normalmente utilizados no fabrico de metais.

Quer aprofundar este tema com os nossos especialistas? Contacte-nos →

corte_plasma_banner

Como funciona uma máquina de corte por plasma? 

O processo de corte por plasma utiliza um arco elétrico concentrado: uma fonte elétrica fornece uma corrente e é gerado um arco elétrico entre o elétrodo contido na tocha e a chapa metálica. Um jacto de gás força a passagem do arco elétrico através do orifício do bico. Obtém-se assim uma densidade de energia muito elevada, com temperaturas muito elevadas da ordem dos 15.000 °C e uma elevada pressão do arco. Esta energia é suficiente para fundir o metal. A tocha é normalmente arrefecida com água para evitar o sobreaquecimento.

As chapas metálicas são apresentadas de antemão na mesa de corte. Os movimentos da tocha são controlados para um corte preciso.

tocha_plasma_figura

Que tipos de materiais são adequados para os cortadores por plasma?

O corte por plasma de médias a grandes espessuras é adequado para materiais ferrosos e não ferrosos. O aço, o cobre, o alumínio e o aço inoxidável são compatíveis com as máquinas de corte por plasma. O material deve ser necessariamente condutor.

Quais são as vantagens dos processos de corte por plasma? 

Os processos de corte por plasma apresentam inúmeras vantagens, incluindo:

  • Flexibilidade em relação às espessuras: de médias a grandes espessuras. 
  • Permite o corte de uma vasta gama de materiais.
  • Boa qualidade para um investimento relativamente baixo.
  • Velocidades de corte de elevado desempenho.

O plasma, normalmente em modo automático, também pode ser utilizado com as versões de tochas de plasma manuais.

Que gases são utilizados?

É feita uma distinção entre o gás central, ou de plasma, e o gás anular para a proteção.
No gás central, o oxigénio pode ser utilizado para o aço, o azoto e misturas azoto-hidrogénio ou árgon-hidrogénio para o inox ou o alumínio, às vezes até mesmo o ar para as espessuras mais finas.
O gás de proteção pode ser ar comprimido, azoto ou árgon.

Não hesite em contactar os especialistas da Air Liquide para qualquer pedido relativo aos gases de corte.

As nossas solução para soldadura e corte

Corte industrial →

Arcal →

Albee →

Flamal →

Exeltop →

Tem alguma necessidade ou pergunta sobre as nossas soluções?
Complete este formulário, a equipa da Air Liquide entrará em contacto consigo o mais rapidamente possível.
Endereço

Sociedade Portuguesa do Ar Líquido, Arlíquido Lda
Rua Dr António Loureiro Borges, 4-2º
Arquiparque-Miraflores
1495-131 Algés - Portugal