Passar para o conteúdo principal

A minha conta

Como tratar as águas residuais industriais do setor da farmácia e da cosmética?

A Air Liquide explica-lhe a depuração das águas residuais na indústria farmacêutica.

Quer aprofundar este tema com os nossos especialistas? Contacte-nos →

tratamento_das_águas
A sua empresa pertence ao setor farmacêutico ou da cosmética?
A Air Liquide desenvolveu soluções específicas no setor do tratamento das águas residuais industriais.

Tem uma estação biológica de lamas ativadas e necessita de aumentar a sua capacidade?

Quando as suas instalações já não chegam para assegurar o tratamento dos seus efluentes farmacêuticos, dispõe de duas soluções: investir no alargamento das suas instalações, ou utilizar oxigénio para dopar o funcionamento das mesmas.

A utilização de oxigénio puro permite aumentar a carga poluente a tratar, até 50 %, sem obras de ampliação e grandes investimentos. O efeito é imediato, e é possível lançar um período de ensaios para confirmar a solução com um custo reduzido. O oxigénio puro numa estação biológica no setor dos efluentes da farmácia e da cosmética traz-lhe vantagens complementares:

Redução drástica da espuma

O tratamento dos seus efluentes dá origem à formação de espuma? Pode eliminá-la com o oxigénio puro, e evitar ou reduzir muito o recurso a antiespumas.

Redução drástica dos odores, dos aerossóis e das emissões de COV para a atmosfera 

As águas residuais do setor farmacêutico podem emitir para a atmosfera, no momento da injeção de ar, compostos orgânicos voláteis (COV) poluentes. O oxigénio puro, devido à sua dissolução quase total, não permite a emissão para a atmosfera de COV e aerossóis (redução até 98%).

Tem uma etapa de neutralização no seu processo de efluentes?

Utiliza um ácido para neutralizar as suas águas residuais? A manipulação destes ácidos fortes é sempre complexa, em particular para garantir a segurança das pessoas e a qualidade do tratamento. O CO2 é um ácido fraco que permite substituir eficazmente os processos de neutralização que utilizam os ácidos fortes. As principais vantagens são:

-       ausência de manipulação e de riscos para os operadores,
-       impossibilidade de acidificar em demasia o efluente,
-       vausência de subprodutos nocivos para o ambiente,
-       e até necessário a um bom ecossistema, e, mais frequentemente, um balanço económico muito favorável.

Tratamento da CQO (Demanda de Oxigênio Químico) dura e dos compostos refratários ao tratamento biológico

A indústria farmacêutica é conhecida por gerar compostos refratários que não podem ser degradados no tratamento biológico. Em função da composição das águas residuais, é possível implementar um tratamento oxidante pelo ozono, muitas vezes em complemento de um tratamento biológico, para tratar estes compostos refratários. O ozono (O3) é um dos tratamentos mais eficazes para este tipo de problemas.

Todos estes processos representam um conjunto de soluções simples de implementar no setor industrial, e que permitem tratar mais facilmente, e mais eficazmente, os seus efluentes, tendo por objetivo principal respeitar a qualidade das suas águas de descarga.

Não hesite em visitar as nossas páginas e consultar os nossos especialistas se tiver algum problema nos seus processos de depuração das águas no setor industrial farmacêutico e cosmético. Encarregamo-nos de fazer análises mais profundas para responder aos seus problemas.

As nossas soluções para tratamento de águas

Há muitas possibilidades para o tratamento dos seus efluentes.
Quer saber qual é o mais adequado para a sua fábrica?
Descubra as nossas soluções para tratamento biológico, regulação do pH e purificação da água.

Tratamento de águas residuais →

Neutralização do pH →

Oxidação avançada →

Tratamento biológico de águas →

Tem alguma necessidade ou pergunta sobre as nossas soluções?
Complete este formulário, a equipa da Air Liquide entrará em contacto consigo o mais rapidamente possível.
Endereço

Sociedade Portuguesa do Ar Líquido, Arlíquido Lda
Rua Dr António Loureiro Borges, 4-2º
Arquiparque-Miraflores
1495-131 Algés - Portugal