Passar para o conteúdo principal
Idioma

A minha conta

Idioma

Tratamento de águas
Tecnologias de tratamento de águas – Depuração de águas

A Air Liquide explica-lhe o tratamento de águas residuais. Fique a conhecer a missão e o funcionamento do processo de tratamento de águas.

Quer aprofundar este tema com os nossos especialistas? Contacte-nos →

lamas_de_depuracao

Por que razão o tratamento de águas é uma necessidade?

As fábricas, unidades industriais e as instalações urbanas são responsáveis pela poluição da água, pelo que sendo este um recurso limitado, é hoje indispensável tratá-la para que possa ser consumida por mais pessoas sem qualquer risco para a saúde.

Em Portugal, as Estações de Tratamento de Águas Residuais, (ETAR), são obrigadas a cumprir regulamentações nacionais e europeias cada vez mais rigorosas. Todavia, por negligência, mas também por receio de investimentos excessivos, muitas instalações fabris não tratam as águas residuais que produzem como seria exigido. Estão a correr um risco, porque as sanções em que incorrem podem chegar ao encerramento da atividade, mas também estão a colocar em perigo o ambiente e as populações.

No sentido de generalizar o tratamento das águas e apresentar soluções simultaneamente eficientes e económicas, a Air Liquide, especialista em gases industriais, conta com mais de 30 anos de experiência no tratamento dos efluentes. Perfeitamente adaptadas aos problemas atuais de tratamento de águas residuais, seja qual for o setor em causa, os gases fornecem respostas à medida e atualmente constituem uma solução adotada por muitas  empresas e entidades.

As grandes etapas do tratamento das águas

As estações de tratamento podem intervir no tratamento de águas residuais, ou na potabilização da água. Por definição, a estação de tratamento de águas residuais permite eliminar a poluição da água residual (doméstica, industrial ou pluvial) para que possa ser descarregada no meio natural (lago, rio, mar) ou reutilizada. A missão de uma ETAR é de “nivelar” a qualidade da água para que esta respeite as normas ambientais em vigor. 

Numa estação de tratamento, o tratamento das águas residuais é feito em três etapas distintas, antes da descarga num meio natural. São pré-tratamentos, tratamentos primários e tratamentos secundários.

Os pré-tratamentos

O objetivo dos pré-tratamentos é eliminar as matérias em suspensão, o que pode ser alcançado por seleção, o processo mais comum que permite reter os resíduos maiores, graças a uma grelha que filtra as águas residuais. 

Quanto ao desarenamento, o objetivo é eliminar a areia e a gravilha graças, nomeadamente, ao processo de sedimentação que consiste em deixar repousar a água o tempo necessário para que as partículas assentem no fundo da bacia. 

Finalmente, o método de desengorduramento visa erradicar as matérias gordas contidas na água por flutuação. Injeta-se ar pelo fundo da cuba e as gorduras sobem naturalmente até à superfície.

Os tratamentos primários

Os tratamentos primários são essencialmente processos de saneamento, físicos ou físico-químicos, equivalentes a uma decantação, o que permite eliminar todas os poluentes sólidos presentes na água e diminuir de 30 a 40 % a CBO (Carência Biológica em Oxigénio) e a CQO (Carência Química em Oxigénio). A implementação deste tratamento primário vai reduzir consideravelmente a quantidade de matéria orgânica a tratar subsequentemente. 

Os tratamentos secundários

O objetivo do tratamento secundário é tratar as últimas substâncias orgânicas presentes na água através de uma solução biológica. As matérias orgânicas voltam a ser visadas no sentido de as reduzir ao mínimo exigido. O carbono e o azoto são os principais gases utilizados no tratamento biológico das águas residuais. Os dispositivos para tratar as lamas ativadas dependem da dimensão da estação, das necessidades ambientais e da natureza do projeto. Os tratamentos secundários físico-químicos permitem, pelo seu lado, eliminar o fósforo. Estas redes de saneamento estão adaptadas às instalações cujas descargas são feitas para meios denominados “sensíveis”. A utilização de diferentes tecnologias na estação é então possível: filtração, membranas, tratamento químico e/ou biológico.

 

Como é que o gás é utilizado no processo de depuração das águas e do tratamento das lamas?

Os gases utilizam-se cada vez mais para a depuração das águas residuais, seja qual for a fase de tratamento.

A título de exemplo, o oxigénio puro é introduzido nas instalações de tratamento biológico a fim de evitar a formação de espuma e de odores. Permite além disso que as estações de tratamento evitem o recurso a obras de ampliação. Com efeito, uma pequena instalação com oxigénio permite tratar um volume de  água idêntico ao que é tratado de forma tradicional com ar. Quanto ao CO2, permite diminuir eficaz e progressivamente o pH das bacias de águas residuais: é o gás de eleição para a neutralização de efluentes alcalinos . No que se refere ao ozono, um dos mais potentes agentes oxidantes, a sua principal virtude é eliminar os organismos patogénicos ou poluentes recalcitrantes, sobretudo os micropoluentes (resíduos farmacêuticos, produtos de higiene), tensoativos ou tintas.

Os gases têm igualmente o objetivo de tratar e revalorizar as lamas, principais resíduos das estações de tratamento. 

 

A NOSSA FUNÇÃO É TAMBÉM FAZER COM QUE O NOSSO MUNDO SEJA MAIS LIMPO...
A Air Liquide colabora com as empresas na gestão e no tratamento das águas residuais industriais. Na qualidade de especialistas na matéria, respondemos a todas as questões que tenha para nos colocar sobre este assunto. A nossa missão é não só propor-lhe soluções, mas também colaborar consigo para compreender melhor o nosso Mundo, com informações e esclarecimentos que lhe permitem tomar as decisões certas.

As nossas soluções para tratamento de águas

Há muitas possibilidades para o tratamento dos seus efluentes.
Quer saber qual é o mais adequado para a sua fábrica?
Descubra as nossas soluções para tratamento biológico, regulação do pH e purificação da água.

Tratamento de águas residuais →

Neutralização do pH →

Oxidação avançada →

Tratamento biológico de águas →

Tem alguma necessidade ou pergunta sobre as nossas soluções?
Complete este formulário, a equipa da Air Liquide entrará em contacto consigo o mais rapidamente possível.
Endereço

Sociedade Portuguesa do Ar Líquido, Arlíquido Lda
Rua Dr António Loureiro Borges, 4-2º
Arquiparque-Miraflores
1495-131 Algés - Portugal