Passar para o conteúdo principal
Idioma

Segurança, Qualidade e Ambiente

Abrir

Notícias

Abrir

A minha conta

Para que serve o tratamento das águas residuais? 

Sempre se interrogou sobre para que serve o tratamento de águas residuais? A Air Liquide dá-lhe aqui uma resposta.

Quer aprofundar este tema com os nossos especialistas? Contacte-nos →

tratamento_das_águas
Quer se fale de sistema de tratamento biológico ou químico, de grandes ou de pequenas bacias, de instalações simples ou sofisticadas, o tratamento de águas residuais tem a mesma finalidade, limpar para depois a poder devolver ao seu meio natural.

Por que razão é necessário tratar as águas residuais?

A água é utilizada para todas as atividades humanas, quer sejam domésticas ou industriais.

Regra geral, utiliza-se água limpa, ou água potável que, após a sua utilização, passa a ser água residual. Quer isto dizer que vai passar a conter diferentes tipos de poluentes ou matérias que podem ser nocivas para as espécies que vivem no meio natural.

Daqui resulta a necessidade de um tratamento ou uma depuração que a torne limpa antes de ser descarregada para um meio natural (rio, mar, lago, etc.) Esta depuração é o resultado de um sistema de tratamento de águas mais ou menos complicado, mais ou menos profundo ou eficaz, em função do tipo de poluição verificada e de especificidades do meio natural. Este tratamento deve responder às exigências e normas de qualidade, e está sujeito  a um controlo apertado por entidades do Estado, sendo regulado por meio de diretivas europeias, de legislação nacional e de decretos municipais, etc.

O que se procura é uma qualidade comparável à da água potável? 

A qualidade do tratamento de uma estação vai depender muito do meio no qual a água tratada vai ser descarregada. Há, com efeito, meios muito sensíveis, como os pequenos rios que requerem uma depuração muito profunda, no sentido de obter uma água de qualidade quase perfeita.

Por outro lado, as descargas podem ser recolhidas em redes comuns, para serem posteriormente direcionadas para estações municipais, onde o tratamento é concluído. Neste caso, o tratamento inicial não necessita de ser demasiado profundo.

Assim, o objetivo do tratamento não é tornar a água potável, mas sim eliminar os seus poluentes (resíduos), como as matérias em suspensão (sólidas) ou dissolvidas, de natureza química, de natureza orgânica (como as fezes, etc.). Para isso, uma estação de depuração pode utilizar diversas técnicas e tecnologias combinadas como os tratamentos de lamas ativadas (biológico), os tratamentos secundários e primários, etc.

A utilização de gases industriais (essencialmente azoto, oxigénio e CO2) é interessante, ou até mesmo necessário, em certas etapas de saneamento numa estação de tratamento de águas residuais. Em particular, pode-se referir a inertização das lamas com o azoto, a dopagem e, por conseguinte, o aumento da capacidade de uma estação de oxigénio puro, ou o ajuste do pH das águas residuais com o CO2.

As nossas soluções para tratamento de águas

Há muitas possibilidades para o tratamento dos seus efluentes.
Quer saber qual é o mais adequado para a sua fábrica?
Descubra as nossas soluções para tratamento biológico, regulação do pH e purificação da água.

Tratamento de águas residuais →

Neutralização do pH →

Oxidação avançada →

Tratamento biológico de águas →

Tem alguma necessidade ou pergunta sobre as nossas soluções?
Complete este formulário, a equipa da Air Liquide entrará em contacto consigo o mais rapidamente possível.
Endereço

Sociedade Portuguesa do Ar Líquido, Arlíquido Lda
Rua Dr António Loureiro Borges, 4-2º
Arquiparque-Miraflores
1495-131 Algés - Portugal